sábado, 3 de junho de 2017

Returning, We Hear the Larks - Isaac Rosenberg

       


Returning, We Hear the Larks - Isaac Rosenberg


Sombre the night is:
And, though we have our lives, we know
What sinister threat lurks there.

Dragging these anguished limbs, we only know
This poison-blasted track opens on our camp—
On a little safe sleep.

But hark! Joy—joy—strange joy.
Lo! Heights of night ringing with unseen larks:
Music showering on our upturned listening faces.

Death could drop from the dark
As easily as song—
But song only dropped,
Like a blind man's dreams on the sand
By dangerous tides;
Like a girl's dark hair, for she dreams no ruin lies there,
Or her kisses where a serpent hides.



Returning, We Hear the Larks - Isaac Rosenberg - Tradução em Português


Sombre a noite é:
E, embora tenhamos nossas vidas, nós sabemos
Que sinistro ameaça esconde lá.

Arrastando esses membros angustiados, só sabemos
Esta trilha envenenada abre em nosso acampamento -
Com um pouco de sono seguro.

Mas pergunte! Joy-alegria, alegria estranha.
Lo! Alrededores da noite tocando com cotovias não vistas:
Música tomando banho nos nossos rostos de escuta voltados para cima.

A morte poderia cair do escuro
Tão facilmente quanto canção -
Mas a música só caiu,
Como os sonhos de um homem cego na areia
Por marés perigosas;
Como os cabelos escuros de uma menina, pois ela sonha que nenhuma ruína está ali,
Ou seus beijos, onde uma serpente se esconde.



Returning, We Hear the Larks - Isaac Rosenberg - La traducción en español


Sombre la noche es:
Y, aunque tenemos nuestras vidas, sabemos
Qué amenaza siniestra acecha allí.

Arrastrando estas extremidades angustiosas, sólo sabemos
Esta pista azotada por el veneno se abre en nuestro campamento,
Un poco de sueño seguro.

¡Pero oiga! Alegría-alegría-extraña alegría.
Lo! Las alturas de la noche sonando con alondras invisibles:
Música que duerme en nuestras caras que escuchan vuelta hacia arriba.

La muerte podría caer de la oscuridad
Tan fácilmente como song-
Pero la canción sólo se redujo,
Como sueños de un ciego en la arena
Por mareas peligrosas;
Como el cabello oscuro de una niña, porque ella sueña que no hay ruinas allí,
O sus besos donde se esconde una serpiente. 


Conteúdo completo disponível em:






Links:


Slippery Letra

Bíblia Online

Poetry in English

Poesia em Espanhol

Sanderlei Silveira

Sanderlei Silveira

Sanderlei Silveira

Sanderlei Silveira

History in 1 Minute

Áudio Livro - Sanderlei

Billboard Hot 100 | Song Lyrics - Letras de Músicas

Educação Infantil - Vídeos, Jogos e Atividades Educativas para crianças

Santa Catarina - Conheça seu Estado

Conheça seu Estado - História e Geografia

Poesia em Português, Inglês, Espanhol e Francês

Obra completa de Machado de Assis

Dom Casmurro - Machado de Assis

Quincas Borba - Machado de Assis

Esaú e Jacó - Machado de Assis

Top 10 BLOGs by Sanderlei Silveira



Carmen de Boheme - Hart Crane - Poetry, Poem

That's What I Like - Bruno Mars - Letra Musica - Tradução em Português

Prédios mais altos do Mundo e do Brasil (Atualizado até 06/2017)

Paraná - Conheça seu Estado (História e Geografia)

Mato Grosso do Sul - Conheça seu Estado (História e Geografia)

O espaço geográfico e sua organização

Os índios Guarani de Santa Catarina SC

Poem 11 - Abid ibn al-Abras

The Dark - Ellen M. H. Gates

Ode I - Amir Khusrow Machado de Assis - Quincas Borba


Nenhum comentário:

Postar um comentário